Angola “sonha” inverter registo frente à Noruega

0

Angola tenta hoje, a partir das 12h30, inverter o histórico de insucessos diante da Noruega, quando se defrontarem no Pavilhão Aqua Dome, Kumamoto, em partida pontuável para a quarta jornada do Grupo A, do 24º Campeonato do Mundo sénior feminino de andebol.

Nos últimos quatro jogos oficiais, as nórdicas somaram igual número de vitórias frente às angolanas. Em 2007, na França, a equipa europeia venceu, por 32-26, à semelhança de 2011 no Brasil (26-20), 2013 na Sérvia (26-21) e (30-20), nos Jogos Olímpicos Rio’2016.
Em 2017, na região de Gaia, Portugal, na fase de preparação para o Mundial de 2017, nos dois amistosos, as campeãs africanas perderam (32-27) e (30-24). A Noruega é a selecção que mais vezes subiu ao pódio. Ao todo, conquistou três títulos, quatro medalhas de prata e três de bronze.
Na última edição, as norueguesas perderam na final com a França. Em 2018, tiveram a pior campanha no Europeu , pois terminaram no quinto posto. Os números, por si só, espelham a superioridade das comandadas de Thorir Hergeirsson.
A central Stine Oftedal é o principal esteio da equipa, eleita melhor jogadora do campeonato da Alemanha. Apesar de todo o favoritismo das adversárias, as pupilas de Morten Soubak estão determinadas em equilibrar o jogo. O triunfo frente à Eslovénia serve de tónico motivador para o “sete” nacional.
Cientes de que não existem jogos iguais, as Pérolas precisam de empenhar-se para fazerem uma exibição à altura das exigências. O rigor defensivo aliado ao ataque planeado, com menos erros técnicos, podem fazer a diferença ao cabo dos 60 minutos.
A partida exige do combinado angolano o redobrar de esforços. De contrário terá mais dificuldades em contrabalançar os números. Hoje, as campeãs africanas projectaram de forma meticulosa a partida, com um treino mais virado para os sistemas defensivos (6-0 e 5-1), a par da marcação de remates na linha dos sete metros.
A Noruega é a primeira do grupo, com seis pontos, saldo de três vitórias em igual número de jogos, ao passo que Angola está na quarta posição com dois, resultado de duas derrotas e um triunfo.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: