Angola sem caso positivo e Laboratório Nacional tem “luz verde” para testar Covid-19

0
Foto: DNM (Divulgação)

O Laboratório de Biologia Molecular Nacional, instalado em Luanda, há mais de três anos, foi autorizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a realizar testes do novo Coronavírus (Covid-19), para acudir a epidemia que o mundo enfrenta.
A confirmação é do chefe de Departamento de Laboratório de Saúde Pública e Vigilância Epidemiológica, Joltim Quivinja, esclarecendo que, ainda assim o Laboratório Nacional será alvo, em breve, de outras duas, de três avaliações.
“Apesar dessa autorização, os eventuais casos positivos que forem diagnosticados no país serão enviados para um laboratório de referência mundial, como o da África do Sul, para confirmação”, referiu o responsável num seminário dirigido (hoje) a jornalistas.
De acordo com Joltim Quivinja, tal só acontecerá porque o equipamento nacional ainda não está acreditado pela OMS, pelo que aventa a possibilidade de os técnicos da OMS virem a Angola em Abril próximo, para se realizar a segunda fase de avaliação.
Sem avançar data concreta para a acreditação final e o funcionamento pleno da unidade, o chefe de Departamento de Laboratório de Saúde Pública e Vigilância Epidemiológica sublinhou que doravante em dois dias obter-se-ão os resultados dos testes.
Por sua vez, o chefe de Departamento de Vigilância Epidemiológica, Eusébio Manuel, reafirmou, na ocasião, que “Angola não possui nenhum caso positivo do Covid-19”, e refutou os rumores de casos nos hospitais Geral e Josina Machel, ambos em Luanda.
O seminário abordou, entre outros temas, “A situação mundial do Covid-19”, “A epidemiologia desse fenómeno”, “O quadro clínico da doença”, “A organização dos serviços de saúde para a resposta” e “O papel do laboratório e biossegurança”.
Dados oficiais indicam que o Coronavírus infectou mais de 108 mil pessoas e matou mais de três mil em mais de 90 países do mundo.
Em África, o primeiro caso de morte foi registado no Egipto, que conta com 48 pessoas infectadas. Além deste Estado do magrebe, Argélia, Tunísia, Marrocos, Camarões, Nigéria, Senegal, África do Sul e Togo também já registaram casos positivos.

TPA com Angop/AF

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: