Angola mantém aposta na diversificação económica

0

O Presidente da República, João Lourenço, afirmou ontem, que o Governo angolano mantém-se empenhado na diversificação da economia, com maior aposta nos sectores da agro-pecuária, da agro-indústria e do agro-negócio.

Segundo o Titular do Poder Executivo, que falava na cerimónia de posse do novo secretário de Estado para Agricultura e Pecuária, João Manuel Bartolomeu da Cunha, o objectivo é fazer com que a agro-pecuária, a agro-indústria e o agronegócio passem a grandes contribuintes do Produto Interno Bruto (PIB).

“A agricultura vai bem, mas tem que ir melhor ainda. Estamos longe de atingir a auto-suficiência alimentar e, por- tanto, longe de termos excedente para exportação dos nossos produtos”, observou.

João Lourenço destacou, também, os avanços na melhoria das vias que ligam as cidades ao campo, o que vai permitir o rápido escoamento da produ?ção agrícola para os grandes centros de consumo. A par disso, considerou fundamental que haja um esfor?ço crescente no cumprimento dos objectivos estabelecidos, para que, no mais curto espaço de tempo, o país alcance a auto-suficiência alimentar e aumente as exportações de produtos agrícolas.

João Lourenço recomendou, para o efeito, aos quadros da agricultura e pecuária a trabalharem em parceria com a indústria, no sentido de conservar e transformar os produtos do campo, para não se deteriorarem. Nomeado na quinta-feira, o novo secretário de Estado para a Agricultura e Pecuária exerceu, antes, as funções de administrador executivo do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA).

O Ministério da Agricultura e Pescas é o Departamento Ministerial, Órgão Auxiliar do Presidente da República enquanto Titular do Poder Executivo, que tem por missão propor a formulação, conduzir, executar e controlar a política do Executivo nos domínios da Agricultura, Pecuária, Florestas, Segurança Alimentar e dos alimentos. Tem como titular António Francisco de Assis.

Fonte: JA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: