Angola apoia primeiro-ministro guineense Aristides Gomes

0

O Governo angolano considerou, nesta quarta-feira, o Governo do Primeiro-Ministro guineense Aristides Gomes como o único legítimo e com o qual continuará a trabalhar, para o reforço das relações históricas de amizade e cooperação entre os dois países.

Num comunicado de imprensa do Ministério das Relações Exteriores (Mirex) a que a ANGOP teve acesso, o Executivo angolano associa-se à todos aqueles que se opõem à alteração da ordem constitucional na Guiné-Bissau.

“O governo angolano tomou conhecimento, com grande estupefacção, dos últimos acontecimentos registados na cena política da República da Guiné Bissau, nomeadamente a demissão, por Decreto do Presidente da República, José Mário Vaz, do Governo constitucional saído das últimas eleições legislativas e liderado pelo Primeiro-Ministro, Aristides Gomes”, lê-se na nota.

Adianta que, numa altura em que o povo e as autoridades da Guiné-Bissau, apoiados por toda a comunidade internacional, estão engajados no processo de realização das eleições presidenciais de 24 de Novembro próximo, tal facto configura um indesejável retrocesso na normalização da vida política daquele país, que só poderá ser alcançado com a finalização do ciclo eleitoral.

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, demitiu segunda-feira, 28, o Governo do Primeiro-ministro Aristides Gomes, através de um decreto publicado na noite de segunda-feira, pouco depois da reunião do Conselho de Estado.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: