Alexandre João e Ernestina vencem 64ª edicão da prova

0

Os fundistas do Interclube, Alexandre João e Ernestina Paulino, venceram hoje a 64ª edição da corrida pedestre de final de ano denominada São Silvestre de Luanda, disputada nas principais artérias da capital, numa prova de 10 quilómetros, sem a presença de atletas profissionais estrangeiros.

Alexandre João precisou de 31 minutos e 26 segundos para triunfar, superando em nove segundos a marca pessoal registada na edição anterior da prova.
O triunfo do corredor do Interclube começou a ser desenhado no túnel do Prenda, onde se descolou do pelotão da frente depois de superar a oposição de Simão Manuel, do 1º de Agosto, e David Elias (Interclube), os principais concorrentes.
Completaram o pódio masculino, David Elias, ao cronometrar 31:35, seguido por Avelino Sanghali (1º de Agosto), com 31:52.
Com a vitória, o primeiro classificado recebeu uma medalha, um certificado e 500 mil kwanzas de prémio. Ao segundo e terceiro classificados, a organização atribuiu 400 e 300 mil kwanzas.
No sector feminino, a veterana Ernestina Paulino venceu com imensas dificuldades, com o registo de 36 minutos, após superar a companheira de equipa Adelaide Machado (37:27) que ocupou a mesma posição a edição passada com 36:42.
As duas fundistas, que se queixaram da temperatura na cidade de Luanda, bateram-se pelo primeiro lugar até a entrada do Estádio Municipal dos Coqueiros.
Josefina Baptista, do 1º de Agosto, que na Rua da Missão demonstrou sinais de fatiga ocupou a terceira posição, ao cronometrar 37:47.
Silvestre Ngula, da classe T46 e da província da Huíla, ganhou a prova na categoria dos atletas paralímpicos, com 33:32.
Nesta edição da corrida, que contou com a participação de 2800 atletas entre federados (olímpicos e paralímpicos), munícipes de Luanda e estrangeiros residentes na capital ficou marcada pela montagem tardia do pórtico da São Silvestre, dez minutos antes do tiro da largada.
Um dos momentos de realce da competição foi a grande adesão do público, principalmente no túnel do Prenda, ao longo da Avenida Ho-Chi Min, Largo José Pirão, na Avenida Alameda Manuel Van-Dúnem e na Rua Comandante Valódia.
O recorde da São Silvestre pertence ao ex-fundista etíope Hailé Gebrsalassie, na altura ao serviço do Kabuscorp do Palanca, com o tempo de 28:04.

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: