1º de Agosto triunfa no dérbi e mantém liderança isolada

0

Ao derrotar este domingo, no “dérbi” da capital o Interclube, por 1-0, a equipa do 1º de Agosto, tetra-campeã nacional, mantém-se na liderança isolada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola’2019/20, totalizando 18 pontos.

Pressionada a vencer, a formação militar entrou melhor no desafio, mas teve dificuldades em visar à baliza de João Baptista, visto que o conjunto treinado
por Bruno Ribeiro fechava-se à entrada da área. A passagem do primeiro quarto de
hora, o Interclube equilibrou o jogo e passou a incomodar com perigo o último reduto do campeão angolano. Em consequência da experiência e “da maturidade competitiva” dos jogadores, o 1º de Agosto chegou ao golo inaugural de penálti, por intermédio de Mabululu, aos 41 minutos. Os “militares” do Rio Seco apresentaram-se desfalcados, sem Ary Papel e Kila, ambos lesionados. Zito Luvumbo está ao serviço da Selecção Nacional Sub-17, no Brasil. Apesar da derrota, a formação da Polícia Nacional deu boa réplica ao 1º de Agosto, que obteve a sexta vitória consecutiva na competição, tendo um jogo a menos com o Recreativo da Caála, referente à sexta jornada.
Com o objectivo de fazer os pontos necessários, de forma a garantir a permanência na primeira parte da competição, a Académica do Lobito derrotou a Santa Rita de Cássia, por 2-0, no Estádio do Buraco, com golos de Mano Mano e Pirolito, aos 23 e 53 minutos. A jogarem na condição de visitados, os “estudantes” Lobitangas mantêm a invencibilidade, sendo que dos quatro jogos realizados, obteve igual número de vitórias, ocupando agora a segunda posição, com 17 pontos.
O Santa Rita de Cássia, por sua vez, continua sem vencer no campeonato, visto que em sete jogos disputados, perdeu seis e empatou dois, ocupando a 15ª posição, com apenas dois pontos. Os “católicos” estão a pagar cara a factura da má preparação e dos problemas internos, que levaram o treinador Rodrigues Kiombo José a demitir-se, a um dia do jogo com o 1º de Agosto.
No Estádio Nacional de Ombaka,Wiliete de Benguela e Sagrada Esperança empataram (1-1), com os dois conjuntos a marcarem na ponta final do desafio. Os anfitriões adiantaram-se no marcador, por intermédio de Savane, aos 90 minutos, de grande penalidade. Volvidos três minutos, os forasteiros igualaram por Femi. Com este resultado, o Wilite ascende ao 10º lugar, com nove pontos. O Sagrada mantém-se na 12ª posição, com oito. O técnico Agostinho Tramagal considerou que o empate teve sabor à derrota, quando se preparava para festejar os três pontos.
Sábado, na abertura da jornada, o Petro de Luanda derrotou o Cuando Cubango, por 3-1, no Estádio Nacional 11 de Novembro. O FC Bravos do Maquis venceu igualmente o 1º de Maio de Benguela, por 3-1, no Estádio Jonas Kufuna “Mundunduleno”.
O Recreativo do Libolo derrotou o homónimo da Caála, por 2-1, no Estádio Municipal de Calulo. Sporting de Cabinda e Ferrovia do Huambo defrontam-se amanhã, às 15h00, no Estádio do Municipal do Tafe. Ambas as equipas não jogaram no sábado, porque os “locomotivas” não conseguiram viajar para Cabinda, por falta de lugares na companhia de bandeira nacional.

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: