Vírus. Autópsias revelam que vítimas têm danos bizarros no coração

0

Várias autópsias realizadas por patologistas no Centro de Ciências da Saúde da Universidade Estadual da Louisiana, nos Estados Unidos, indicaram que os danos no coração de doentes com Covid-19 são distintos dos provocados pela miocardite, segundo um artigo científico publicado no Circulation, e divulgado pela revista Galileu.

Wal  Surpreendentemente, os especialistas apontam que o exame de 22 corpos evidenciou um padrão singular de morte celular nas vítimas do SARSCoV-2.

“Identificamos as principais alterações microscópicas e macroscópicas que desafiam a noção de que a miocarditetípica está presente na infecção grave por SARSCoV-2″, disse Richard VanderHeide, co-autor do estudo, num comunicado emitido à imprensa.

Adicionalmente, e conforme salienta a Galileu, as autópsias revelaram que o novo coronavírus SARSCoV-2 não se havia instalado nas células musculares do coração e não existiam coágulos sanguíneos oclusivos nas artérias coronárias, contrariamente ao que ocorre com o coronavírus por trás da SARS

Todavia, os investigadores reiteraram os resultados de análises prévias que estabeleceram uma associação entre lesões nas pequenas vias aéreas do pulmão (alvéolos), onde ocorrem trocas gasosas, a coágulos e hemorragias nos vasos pulmonares.

Mais ainda, o microrganismo foi detetado em determinadas células presentes no revestimento dos vasos sanguíneos menores, denominado por endotélio. Os patologistas afirmam que mesmo quando os valores são reduzidos, o processo fisiológico pode provocar danos severos no organismo. levando em última instância à morte das células.

Os patologistas acreditam ainda que a conhecida ‘tempestade de citocinas‘, que consiste na reação extrema das células do sistema imunológico ao combaterem uma infeção como o novo coronavírus, pode agravar ainda mais os quadros dos doentes.

“Embora o mecanismo de lesão cardíaca da Covid-19 seja desconhecido, propomos novas teorias com uma base mais aprofundado potencialmente levarão a uma maior compreensão e possíveis intervenções de tratamento”, acrescentou.

Fonte: NM

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: