Variante da Nigéria é ainda mais mortífera do que estirpe sul-africana

0

Uma variante nigeriana da Covid-19, a B1525, pode ser ainda mais letal do que a estirpe sul-africana e está a suscitar medo após um aumento de casos de infeção no Reino Unido, alertam especialistas.

Actualmente existem cerca de 300 casos da variante nigeriana no Reino Unido, uma subida dos 150 casos detetados no final de fevereiro, reporta o jornal britânico i.

No geral, e à medida que a população tem vindo a ser vacinada, os casos de Covid continuaram a diminuir nas últimas semanas e o número de pessoas que morreram com o vírus diminuiu em aproximadamente 50% no espaço de um mês.

Contudo, apesar dos casos de infeçãoestarem a decrescer e mais pessoas estarem protegidas, especialistas dizem que as variantes são uma ameaça.

Segundo o i, os casos da variante sul-africana B1351 aumentaram na última semana – mas são os casos da variante nigeriana que registaram maior aumento.

Os números mostram que na última semana ocorreram mais de 470 casos de B1351 em comparação com 400 casos na semana anterior.

Estima-se que no início de fevereiro tenham surgido 150 casos.

Sendo que casos da variante nigeriana B1525 mais do que duplicaram no último mês.

No final de fevereiro, registaram-se 100 ocorrências e, no final de março, esse número era de 250, e os peritos afirmam que agora estamos perante cerca de 300 casos.

A razão pela qual os especialistas estão tão preocupados com a variante nigeriana remete à sua taxa de mortalidade em comparação com outras estirpes.

A taxa de fatalidade é de 4,3%, enquanto a da variante sul-africana é 2,2 e a da variante de Kent é 2,3%.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: