Uma mulher grávida durante 5 anos pede que os Estados Unidos reflitam sobre licença maternidade

0

É cientificamente impossível que uma gravidez humana dure cinco anos, mas podemos imaginar como seria se uma mulher pudesse decidir não dar à luz durante esse tempo. Sem dúvida haveria uma razão poderosa por trás da decisão, não é?

Trata-se de um anúncio lançado em parceria com a National Partnership for Women & Families, que busca abrir em um debate o facto de 86% das americanas que trabalham em empresas não receberem licença maternidade.

A protagonista do vídeo é uma mulher que não pode se dar ao “luxo” de ter seu filho e ficar com ele, sem receber qualquer rendimento até voltar ao trabalho. E seu marido também. O que eles decidem então? Juntar os dias de férias do casal por 5 anos para então “deixar” a mulher dar à luz.

O resultado dessa ideia é que a mulher precisa seguir com sua vida cotidiana com uma barriga enorme. Isso cria todo tipo de problemas: a porta do elevador bate em sua barriga, ela precisa de ajuda para poder ficar de pé e várias outras situações engraçadas.

Embora a associação tenha optado pelo humor para lidar com a situação, a realidade é que essa é uma questão muito séria e preocupante para a maioria dos americanos. Por exemplo, 82% dos eleitores de 2016 consideram importante que o Presidente e o Congresso criem uma lei que garanta a licença maternidade remunerada.

Certamente essa campanha engenhosa diz muito sobre o que as pessoas pensam deste assunto. Que bom que a mãe natureza não permite que fiquemos grávidas por tanto tempo…

Fonte: YAHOO/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: