Um “problema invisível”. Smarpthones são afectados por raios cósmicos

0

Parece que o campo magnético da Terra não é suficiente para proteger os nossos sistemas tecnológicos das tempestades solares, diz uma investigação levada a cabo na Universidade Vanderbilt, EUA. De acordo com um dos engenheiros eléctricos da equipa de investigação, Bharat Bhuva, “este é um grande problema mas é invisível para o público”.

Como explica o Science Alert, quando um raio cósmico entra em contacto com o campo magnético da Terra são geradas uma série de partículas secundárias, partículas estas que entram em contacto com os nossos corpos a cada momento. Apesar de não interferirem com a nossa saúde, estas partículas interferem com os circuitos electrónicos, alterando pedaços de dados armazenados na memória dos dispositivos.

Se por enquanto estas alterações e erros resultantes são mínimos, a equipa de Bhuva acredita que este será um problema maior à medida que os transístores se tornem mais pequenos, vulneráveis e em maior número. A investigação serve como forma de incentivar as fabricantes de componentes e de dispositivos eletrónicos a encontrar soluções que impeçam situações extremas.

Fonte: N. Minutos

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: