Turbina eólica bate um novo recorde de produção de energia

0

Uma nova turbina eólica produziu mais energia em um período de 24 horas do que qualquer outra turbina disponível comercialmente, gerando cerca de quase 216.000 quilowatts-hora em um único dia.

Isso é suficiente para alimentar cerca de 7.200 casas nos Estados Unidos por 24 horas. A turbina está sendo testada perto da cidade de Østerild na Dinamarca e logo será implantada na Europa. A V164 foi recentemente actualizada para atingir 9 megawatts de potência, um impulso impressionante, considerando que muitas turbinas modernas atingem a faixa de 4 a 6 megawatts.

Com o teste completo e o novo recorde estabelecido em 1 de dezembro de 2016, o próximo passo para a operadora dinamarquesa, a MHI Vestas Offshore Wind, é fazer com que a máquina seja conectada à rede. “Estamos confiantes de que a máquina de 9 megawatts provou que está pronta para o mercado e acreditamos que a nossa turbina eólica irá desempenhar um papel fundamental para permitir que a indústria offshore continue a reduzir o custo da energia“, disse Torben Hvid Larsen.

À medida que as turbinas ficam maiores e mais poderosas, mais energia pode ser gerada com menos delas, o que reduz o custo desta forma de energia renovável. E V164 é certamente grande: sua “área varrida“, a área coberta pelas hélices, é de 21.124 metros quadrados, o que significa que se elas estendem mais do que os raios e cabos do London Eye, uma roda-gigante que fica em Londres.

Cada hélice tem 80 metros de comprimento e pesa 35 toneladas, toda a turbina tem cerca de 220 metros de altura.  A turbina é baseada em um modelo anterior de 8 megawatts, e é projectada para lidar com os ventos do Mar do Norte –  e 12 a 25 metros por segundo. A turbina foi construída para durar muito: como Megan Treacy explicou em relatórios, V164 tem uma vida útil de 25 anos, e 80% dela pode ser reciclada para ser usada novamente.

As empresas de energia já estão interessadas em explorar o potencial da V164, e ela certamente não será a última turbina a quebrar recordes: os cientistas estimam que o custo da energia eólica possa cair em um quarto até 2030, à medida que as turbinas se tornam mais eficientes na conversão da energia eólica em eletricidade. Relatórios recentes mostram que os preços caíram de forma constante nos Estados Unidos nos últimos anos, e os parques eólicos offshore estão perto de competir com fontes convencionais de gás e carvão na União Europeia.

Enquanto as regiões menos ventosas do mundo podem ser mais ambientalmente adequadas para outras formas de energia renovável, é claro que a energia eólica ainda tem enormes possibilidades: pesquisadores da Universidade de Harvard estimaram que a tecnologia tenha o potencial de produzir até 40 vezes a electricidade que o mundo consome actualmente. Isso significa que V164 e seus sucessores têm o potencial de quebrar muitos mais recordes nos próximos anos.

“A turbina eólica é uma fonte confiável e cada vez mais barata de energia, sem danos duradouros para o meio ambiente. Em breve será simplesmente imbatível“, disse o vice-presidente da Dong Energy Wind Power, Benj Sykes, ao jornal britânico The Guardian. Deve-se notar que há uma série de limitações associadas com a energia eólica, incluindo o fato de que seus custos diários ainda não serem mais baratos do que as formas de energia baseadas em combustíveis fósseis, além de exigir uma localização muito específica para obter o vento necessário.

Jornal Ciência / EB

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: