Trinta e dois mortos em motim em prisão no Tajiquistão

0

Três guardas prisionais e 29 reclusos foram mortos durante um motim numa prisão de alta-segurança no Tajiquistão, depois de militantes do Estado Islâmico condenados terem dado início ao conflito. A informação foi revelada pelo ministro da Justiça da nação da Ásia Central esta segunda-feira, refere a agência Xinhua.

Segundo o responsável, o motim começou durante a noite de domingo na prisão de Vakhdat, a 10 quilómetros da capital, Dushanbe, quando os militantes armados com facas mataram três guardas e cinco reclusos. Um dos instigadores do conflito foi Bekhruz Gulmurod, filho de Gulmurod Khalimov, um coronel das forças especiais do Tajaquistão que desertou para o Estado Islâmico em 2015 e que, segundo o ministro, foi entretanto morto na Síria, conta a Reuters.

As forças de segurança prisionais mataram 24 militantes e restauraram a ordem na prisão que tem cerca de 1.500 reclusos.

O Estado Islâmico, que controlou várias regiões da Síria e do Iraque mas que tem vindo a perder terreno, reivindicou responsabilidade por outro ataque do género numa prisão do Tajiquistão em novembro do ano passado.

Fonte: N. Minutos/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: