Tribunal de Luanda condena 10 funcionários dos CFL por desobediência às autoridades

0

Dez funcionários dos Caminhos-de-Ferro-de-Luanda (CFL) foram terça-feira julgados e condenados pelo Tribunal Provincial de Luanda na pena única de seis meses de prisão, com pena suspensa, por crime de desobediência às autoridades.

Segundo o acórdão, foram condenados os cidadãos Lourenço Domingos Vaz Contreiras, Vicente Eduardo, Dissoleca Quaqueca, Agostinho Francisco Domingos, Fernando Quiacume, Mauro LengueLobito, Vaz da Conceição Santana, Pedro PerdidoMussandi, Aguinaldo Daniel Salvador Cornelio e Damasio Kikassa.

Na ocasião, a juíza da causa Fernanda de Deus Otávio sublinhou que o tribunal entendeu converter a pena em multas no valor de 25 mil kwanzas cada um.

Em declarações à imprensa, no final da audiência, o advogado de defesa dos réus, Santana Manuel Francisco, discordou da decisão do tribunal, adiantando que não foram produzidas provas materiais para condenar os acusados.

“É hora de se respeitar a Constituição. Não foram apresentadas provas materiais como fotografias dos acusados na linha férrea, facto muito mau porque os réus foram privados da sua liberdade durante 24h00”, lamentou.

Os cidadãos ora condenados foram detidos na manhã de segunda-feira, na Estação dos Musseques (Distrito Urbano do Rangel), durante uma acção em que tentavam impedir a marcha do comboio na zona do túnel do Cazenga, onde se colocaram deitados na linha férrea, factor que obrigou a rápida intervenção policial, com o intuito de repor a ordem e tranquilidade públicas.

Fonte: Angop/LD

Share.

Sobre o autor

Avatar

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta