Travesti de 22 anos assassinada por quatro colegas devido à sua beleza

0

Ágatha Lios, uma travesti brasileira de 22 anos, foi violentamente assassinada por outras quatro travestis, na Taguatinga Sul, no Brasil. O crime aconteceu em janeiro deste ano, mas só agora foram identificadas as suspeitas.

Em causa esteve inveja e raiva, tudo porque a jovem era mais bonita e captava mais atenção por parte dos clientes que pagavam serviços sexuais.

De acordo com o R7, que divulgou imagens do momento do homicídio, a jovem apercebeu-se do intuito das colegas e resolveu esconder-se dentro de um armazém dos correios. As câmaras mostram outras quatro travesti a persegui-la e a apatia dos empregados dos correios não ajudou Ágata.

A jovem foi esfaqueada por várias vezes e acabou por morrer no local.

A polícia já identificou as quatro suspeitas mas, até ao momento, ainda ninguém foi detido.

Fonte: Notícias ao minutO/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: