Transsexual expulsa de casa de banho feminina e algemada pela polícia

0

Aconteceu na noite da passada terça-feira. Dany Coluty, transsexual, fez o que diz fazer desde criança: usou a casa de banho pública feminina, em Araruama, no Brasil. Nessa noite, porém, tudo foi diferente. Dany alega ter sido retirada da casa de banho e algemada pela guarda civil da cidade. É a própria que denuncia a situação e partilha, nas redes sociais, um vídeo onde é possível ver três guardas (dois homens e uma mulher) a expulsarem-na da casa de banho.

 

“Fui à casa de banho que sempre usei desde criança. Uma guarda municipal veio falar comigo com um tom arrogante, Pediu para eu me retirar e que o meu lugar era na casa de banho masculina”, conta à imprensa brasileira.

Como Dany se recusou a acatar a ordem, “chegou um guarda com um tom agressivo, tentando agredir-me”, relata, acrescentando: “Disse que aquele não era o meu lugar e que se não saísse a bem, saía a mal”.

Dany diz ter-se sentido “humilhada”. Conta que a praça estava cheia de gente, algumas pessoas tentaram defendê-la. “Levaram-me para a esquadra como se fosse uma criminosa. Nunca me senti tão constrangida e humilhada”, confessa.

Fonte: NM/BA

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta