Tina Turner quis pôr fim à vida e foi salva pelo ‘amor’ do marido

0

Tina Turner tornou público um dos momentos mais angustiantes da sua vida no livro ‘My Love Story’ [A Minha História de Amor’, em tradução livre].

Em 2013, o diagnóstico de um derrame obrigou-a a tomar uma medicação fortíssima que deu origem a um problema nos rins. Pouco tempo depois, um segundo diagnóstico ditava um cancro no intestino.

A intervenção cirúrgica para combater a doença acabou por piorar o problema anteriormente referido. “Só um transplante [de rim]daria a oportunidade de ter uma vida normal”, revela ter pensado.

Num período extremamente frágil, a artista ponderou recorrer à eutanásia para colocar fim à vida. Tina chegou a inscrever-se numa organização que apoia o processo. E foi neste momento que o marido, Erwin Batch, decidiu intervir com a melhor arma: o amor.

Erwin propôs-se a doar o rim, algo que Turner não aceitou de imediato. “Disse que não queria outra mulher ou outra vida, que nós éramos felizes e que faria qualquer coisa para ficarmos juntos”, relata.

O transplante veio a realizar-se em abril de 2017.

Fonte: Fama ao minuto/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: