Tesla vai substituir computadores do Autopilot de carros já vendidos?

0

Elon Musk confirma agora os rumores avançados em dezembro de que a empresa estaria a preparar os seus próprios chips para lidar com Inteligência Artificial. Agora, durante a conversa com os investidores para apresentar os resultados trimestrais, o fundador da Tesla confirmou que a empresa conseguiu criar «o computador mais avançado do mundo especificamente para operações autónomas», cita o ArsTechnica.

O objectivo parece ser oferecer mais desempenho comparado com as soluções actuais da Nvidia e há retrocompatibilidade, pelo que os computadores vão ser usados com a geração atual de carros Tesla.

Ainda não há qualquer confirmação de quando é que estes chips vão estar disponíveis, nem sobre se serão oferecidos aos utilizadores dos Tesla atuais. O lançamento de uma nova plataforma retrocompatível parece também ser uma admissão de que o hardware atual não será suficiente para assegurar condução autónoma.

Pete Bannon é o guru dos chips que foi “roubado” à Apple há dois anos: «quando cheguei, investiguei que soluções havia no mercado para manter redes neurais, incluindo as GPUs (…) ninguém estava a desenhar de raiz, que é o que gostavamos de fazer».

A Nvidia oferece atualmente a Drive PX 2, lançada em 2016, e a PX 2 Pegasus, que chega esta ano com um desempenho 10 vezes superior ao PX 2 original. Musk explica que a inovação deste chip é que «corre a rede neural quase ao nível do metal», enquanto outros chips CPU e GPU fazem-no com algum tipo de emulação.

Esta solução garante à Tesla uma melhoria no desempenho face aos chips atuais da Nvidia, embora não tenha sido revelado exatamente quanto é que é essa melhoria.

Fonte: Exame Informática / EB

Share.

Sobre o autor

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta