Subiu número de mortos no massacre a mesquitas na Nova Zelândia

0

O 51.º morto do massacre de 15 de março é um cidadão turco que estava na unidade de terapia intensiva do Hospital Christchurch, a cidade onde ocorreram os ataques.

“Esta é a segunda vítima que morreu no hospital, foi impossível reanimar o primeiro quando chegou em 15 de março”, disse Ardern.

A primeira-ministra acrescentou ainda que nove pessoas ainda estão internadas no hospital, mas estão consideradas estáveis.

Brenton Tarrant, um australiano nacionalista branco de 28 anos, reivindicou a responsabilidade pelos ataques às mesquitas, divulgou um manifesto anti-imigrantes de 74 páginas e transmitiu em direto na Internet o momento do ataque.

Fonte: N. Minutos/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: