Sáude mental na pandemia: quase metade dos jovens entre 18 e 24 anos diz que piorou

0

A pandemia da Covid-19 está a ter um impacto significativo no estado de saúde mental dos jovens, sendo que os mais velhos, o público mais vulnerável e onde a taxa de mortalidade é maior, parecem estar a lidar melhor com a adversidade e sentem-se menos afetados. Segundo um estudo/inquérito realizado pelo Centro de Estudos e Sondagens de Opinião (Cesop) da Universidade Católica para o Público e para a RTP, quase metade dos jovens entre os 18 e os 24 anos considera que o seu estado de saúde mental se agravou nos últimos meses. Por seu turno, entre os mais velhos (65 ou mais anos) apenas 17% dos inquiridos dizem sentir-se pior do que antes da pandemia. Em termos globais, o inquérito – foi realizado entre os dias 13 e 17 de julho a 1.217 pessoas – permite concluir, no entanto, que a maioria das pessoas considera que o seu estado de saúde mental não se alterou com a pandemia (62%), apesar de uma franja considerável, perto de um terço (30%), se sentir pior.

Fonte: www.idealista.pt/news/especiais/covid-19

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: