Satélite angolano entra em funcionamento ainda este ano

0

O primeiro satélite angolano (Angosat), de origem russa, está já em fase de testes, informou o vice-primeiro-ministro do governo da Federação da Rússia, Yuri Trutnev.

O também representante plenipotenciário do Presidente da  Rússia no distrito federal do Extremo Oriente falava à imprensa no final de um encontro com o vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente.

O lançamento do satélite de comunicação geoestacionário angolano (Angosat) está previsto para o período de Março a Dezembro deste ano.

O dirigente russo informou que o ministro angolano das telecomunicações e tecnologias de informação deverá viajar nos próximos dias para a Rússia para discutir os pormenores sobre o lançamento do Angosat, que começou a ser construído em 2012.

Yuri Trutnev congratulou-se pelo facto de as trocas comerciais entre Angola e a Rússia duplicarem nos últimos anos, sem contudo, precisar números.

Considerou “muito boa” a cooperação na esfera militar, e enalteceu o papel do consórcio russo “ALROSA” na exploração de diamantes em Angola.

Questionado sobre o interesse de outras empresas russas na exploração de diamantes em Angola, respondeu que de momento bastava a ALROSA.

Manifestou interesse de empresas do seu país em investir noutras áreas, para além dos diamantes, depois da conclusão do Plano Nacional Geológico (Planageo).

A República de Angola e a Federação Rússia cooperam no quadro da Comissão-mista bilateral nos domínios económico, técnico-cientifico e comercial e militar.

A relação entre os dois Estados data dos primórdios da luta de libertação nacional de Angola, alicerçada pelo apoio diversificado da então União Soviética à proclamação da Independência Nacional e posteriormente ao desenvolvimento económico e social, garantindo a formação de milhares de quadros nos mais diversificados domínios.

TPA com Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: