Rússia lançará primeiro satélite de monitoramento climático do Ártico

0

O primeiro satélite russo para previsão do tempo e monitoramento do clima e meio ambiente na região do Ártico, Arktika-M, deve ser enviado para órbita da Terra em junho de 2019, disse uma fonte da indústria espacial russa à Sputnik.

“O lançamento do foguete portador Soyuz-2.1b do cosmódromo de Baikonur com o propulsor Fregat e o primeiro satélite hidrometeorológico Arktika-M está programado para junho de 2019”, revelou a fonte.

O equipamento instalado no satélite Arktika-M será similar aos satélites meteorológicos geoestacionários da série Elektro-L. O Arktika-M será colocado em órbita elíptica alta, o que permitirá coletar informações meteorológicas e hidrológicas sobre o estado das regiões polares da Terra, que são mal cobertas pelo Electro-L.

O Arktika-M se afastará periodicamente da superfície da Terra e tirará imagens em diferentes escalas. Ele terá uma velocidade de rotação diferente da Terra e seu ângulo de ação mudará continuamente.

Após a colocação de dois dispositivos dessa série em órbita, o Centro Hidrometeorológico da Rússia passará a receber informações sobre a atmosfera e a superfície nos polos da Terra. Isso permitirá aperfeiçoar os modelos de previsão meteorológica de curto prazo e fornecerá aos cientistas uma grande quantidade de novos dados para estudar as mudanças climáticas globais.

Anteriormente, foi relatado que o segundo satélite Arktika-M estava programado para ser lançado em 2021. O programa espacial federal da Rússia para 2016–2025 também inclui planos para lançar outros três satélites Arktika-M em 2023, 2024 e 2025, mas o contrato para a sua produção ainda não foi concluído.

Fonte: Sputnik / EB

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: