Roma vence Porto por 2 a 1 e larga em vantagem nas oitavas da Champions

0

A Roma venceu por 2 a 1 nesta terça-feira o Porto, com dois golos do jovem Nicolò Zaniol (70, 76), na partida de ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões disputada na capital italiana, um resultado que deixa os dois times com chances de avançar às quartas.

O início do duelo foi morno, sem finalizações para ambos os lados. O único susto aconteceu aos 10 minutos em um cruzamento para a área do Porto, quando o argelino Brahimi se antecipou ao goleiro Iker Casillas e quase chutou contra o próprio golo.

Aos 19 os jogadores da Roma reclamaram de um toque de mão na área. Mas o juiz nem consultou o VAR (árbitro assistente de vídeo).

Aos 37 minutos o atacante bósnio Edin Dzeko invadiu a área portuguesa, driblou o brasileiro Éder Militão e chutou forte com a perna direita mandando a bola na trave de Casillas.

Com poucas chances de golo, o primeiro tempo terminou empatado.

A Roma, com três atacantes (Zaniolo, Dzeko e Stephan El Shaarawy) mostrou-se mais ofensiva diante de um Porto que soube se defender bem na primeira etapa, buscando contra-ataques que não aconteciam por falta de velocidade em suas acções.

No início do segundo tempo, o Porto perdeu uma grande chance em uma cabeçada de Danilo Pereira após um cruzamento.

Quem abriu o placar foi o time da casa graças à jovem promessa Nicolò Zaniolo, de apenas 19 anos, que chutou cruzado após uma assistência de Dzeko.

O segundo golo saiu dos pés da mesma dupla. O bósnio chutou, a bola bateu na trave e Zaniolo aproveitou o rebote mandando para o fundo das redes.

Os 2 a 0 no placar davam uma tranquilidade aos romanos no jogo de volta em Portugal, mas o Porto conseguiu marcar um golo (78) importante que pode fazer a diferença.

Após um lançamento de Felipe o espanhol Adrián López ajeitou de cabeça para o brasileiro Tiquinho Soares, que errou o chute, mas a bola sobrou para Soárez diminuir o placar e dar um novo fôlego para a equipa portuguesa.

O Porto ainda teve uma chance de empatar quase no final, quando um chuto do mexicano Héctor Herrera foi para fora passando perto da meta (84).

As emoções não acabaram aí. Casillas voltou a salvar sua equipa já nos acréscimos (90+3).

Com tudo em aberto, as equipas voltam a se enfrentar no dia 6 de março em Portugal lutando por uma vaga nas quartas-de-final da Liga dos Campeões.

Após a partida, Zaniolo, que marcou seus primeiros golos na Champions, se mostrou satisfeito, mas lamentou o golo sofrido no final.

“Estou muito feliz. É quase impossível descrever com palavras. Nunca vou me esquecer desta noite. Celebrar com a arquibancada atrás do golo foi uma emoção incrível. Espero marcar ainda muitos golos importantes para a Roma”, afirmou a jovem promessa.

“Mas o último gol que sofremos pode complicar a partida de volta para nós, apesar de que nós vamos continuar trabalhando duro para tentar terminar o trabalho em Portugal. Nos preparamos para não dar muitas chances nesta noite e faremos o mesmo antes do jogo de volta”, acrescentou.

Na outra partida das oitavas-de-final desta terça-feira, o Paris Saint-Germain venceu o Manchester United em pleno Old Trafford por 2 a 0 com golos de Presnel Kimpembe (53 minutos) e Kylian Mbappé (60), dando um enorme passo rumo às quartas-de-final do torneio.

Fonte: AFP / EB

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: