Rei da Malásia perdoa opositor condenado por sodomia

0

O rei “indicou estar disposto a perdoar Datuk Sri Anwar imediatamente”, declarou o novo primeiro-ministro, em conferência de imprensa, dois dias após a vitória nas eleições legislativas da coligação da oposição liderada por Mahathir, de 92 anos.

“Vamos abrir o procedimento adequado para obter o perdão para Datuk Sri Anwar. Isto significa um perdão total. Ele deverá ser imediatamente libertado assim que for agraciado”, acrescentou.

Mahathir tinha prometido, em caso de vitória nas legislativas e na nomeação para a chefia do Governo, de ceder o cargo a Anwar, antigo inimigo, uma vez que este saísse da prisão.

Os dois homens reconciliaram-se antes das eleições para tentar vencer o ex-primeiro-ministro Najib Razak, envolvido num enorme escândalo financeiro que abala a Malásia desde 2015.

A coligação da oposição dirigida por Mahathir e apoiada por Anwar venceu na quarta-feira as eleições contra o Barisan Nasional (Frente Nacional, BN), coligação que dirigia a antiga colónia britânica desde a independência, em 1957.

Anwar, de 70 anos, era o “braço direito” de Mahathir quando este foi primeiro-ministro pela primeira vez (1981-2003). Divergências políticas ditaram o afastamento de Anwar. Já na oposição, Anwar foi condenado e detido no final de um processo controverso por sodomia e corrupção.

O opositor foi novamente condenado em 2015, já com Najib como primeiro-ministro, a cinco anos de prisão por sodomia, num processo tão controverso quanto o primeiro.

Fonte: Jornal de notícias/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: