Receitas saudáveis e fáceis de fazer.

0

 

A principal despesa familiar que todos nós temos é a alimentação, da qual não podemos prescindir. Encontrei na net há algum tempo já um artigo que dava dicas para a poupança na alimentação, mantendo a sua qualidade e permitindo uma vida saudável deixo aqui os tópicos!

Poupar no Local de Trabalho:

Pequeno-almoço

  • Tome o pequeno-almoço em casa, fica muito mais barato que comer no café e evita impulsos para consumir mais um bolo, por exemplo.

Lanche (manhã e tarde)

  • Se gosta de fazer pequenos lanches a meio da manha ou da tarde, em vez de ir à pastelaria ou ao café cada vez que quer matar o bichinho, prefira levar bolachas. Ajudam a enganar a fome, são menos calóricas, mais saudáveis e mais económicas.
  • Quando comprar bolachas prefira os grandes pacotes aos de pacotes individuais, também pode levar as bolachas numa caixinha e comer sempre que quiser.
  • Pode optar por bolachas integrais, as mais saudáveis.
  • Leve uma garrafa de água de casa, assim evita ter que comprar em locais onde seja mais cara.

Almoço

  • Se almoçar fora de casa evite fast-food, pode ser mais barato e rápido que uma refeição normal, mas a longo prazo só vai prejudicar a sua saúde.
  • Prepare o almoço em casa, fica muito mais em conta e é mais saudável, quanto menos conservantes tiverem melhor.
  • Se acha que gasta muito tempo a cozinhar, faça-o nas folgas ou durante o fim-de-semana. Pode congelar em doses individuais para depois comer durante o resto da semana. As melhores receitas essas encontra aqui, no Sabor Intenso
  • Opte por levar sopas. A sopa é dos pratos mais ricos e variados. Além de ser mais barato. Mesmo os nutrientes que se dissolvem na água ficam na sopa, porque na sopa essa água é consumida.
  • Cozinhar em maior quantidade e guarde para outro dia, poupa por exemplo, em gás, água e electricidade – que despenderia a cozinhar outra vez – além disso, pode sempre levar para o seu almoço no dia seguinte.

Poupar em Casa

  • A fruta pode ser, por vezes, cara, principalmente se for comprada fora de época. Opte então por comprar/comer fruta da época: é mais barata, há em maior quantidade, é genuína, isto é, verdadeira e natural, é mais suculenta, e tem menos químicos – por isso é melhor e tem mais qualidade.
  • Faça Saladas, são ricas em vitaminas e não há nada melhor que uma boa salada como entrada para começar uma refeição; ou uma sopa para “forrar” o estômago – e por isso comer menos no prato principal.
  • Beba Leite. É um alimento completo e é barato. Beber leite ou comer alimentos derivados dele (queijo, iogurte, manteiga) todos os dias é muito importante para o nosso corpo, pois é uma fonte de cálcio, fósforo, iodo, potássio e várias vitaminas e previne várias doenças, como por exemplo a osteoporose.
  • Se puder e tiver terreno para isso, cultive você mesmo os seus alimentos. por exemplo: alface, pepinos, tomates, algumas árvores de fruta, etc…
  • Prefira água da torneira a água engarrafada. Se tem receio da qualidade da sua água, compre um filtro de água.
  • Evite os snacks (batatas fritas de pacote, etc), pois são normalmente produtos de pobre nutrição e pouco saudáveis. Ainda assim, se comprar, opte pelos de tamanho familiar. Poupa imenso.
  • Não coma só carnes, há outras fontes ricas de proteína (feijão, grão-de-bico, ovos, etc).
  • Se gosta e consome regularmente sumos, opte por concentrados em vez de refrigerantes.

Poupar nas Compras

  • Não vá as compras com fome.
  • Faça uma lista antes de ir às compras. Pode economizar se não fizer compras impulsivas nos hipermercados. Se seguir a lista, não terá a tentação de procurar as promoções de artigos que normalmente não precisa.
  • Se cozinhar em casa, leve a lista dos ingredientes necessários para a semana toda, assim vai economizar também nas deslocações ao supermercado.
  • Compre em grandes quantidades produtos que têm prazos de duração grandes (massas, feijão, arroz, pasta de dentes, champô, papel higiénico, etc), pode aproveitar promoções e poupar em deslocações.
  • Experimente produtos de marca genérica – a qualidade é igual ou superior às de marca, mas com custos mais baixo. Procure se existe uma marca genérica dos produtos que pretende.
  • Se não encontrar legumes/fruta da época barata, pode optar pelas conservas. Como são embalados ainda frescos, mantém a qualidade e os valores nutricionais e ficam mais em conta.
  • Compre carne não preparada. Prefira o talho às embalagens. Compre peças maiores. Compre, por exemplo, a galinha inteira e prepare-a você.
  • Use cupões de descontos. Mas apenas para aqueles produtos que já consome normalmente, e não para produtos ricos em gorduras ou açúcares.
  • Beber no mínimo 1,5L de água por dia. Isto vai ajudar a manter o seu corpo hidratado e não sentir fome quando ela não existe.

 

  • TPA com MODAE BELEZA /SM

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: