Receitas petrolíferas atingem 201,2 mil milhões de kwanzas

0

As receitas provenientes do petróleo, do mês de Junho, atingiram 201,2 mil milhões de kwanzas, contra os 225,3 mil milhões do mês de Maio.

Num passado recente, as contas do petróleo eram secretas, agora com a nova liderança, as receitas petrolíferas já são transparentes

De acordo com o relatório mensal da Administração Geral Tributária (AGT), em Junho, o preço médio do barril de petróleo vendido situou-se nos 24,36 dólares, contra os anteriores 18,24 registados em Maio.

Em Junho foram exportados 38,8 milhões de barris, contra os 40,9 milhões verificados em Maio.

Ao todo, o Bloco Zero-A Cabinda explorou em Junho 3,7 milhões de barris, o Zero- B Nemba 2,3 milhões, o 03/05 perto de 450 mil, o 14 conseguiu 1,2 milhões, o 14 K/A-IMI 38.308, o 15 chegou nos 5, 4 milhões, o 15/06 em 3,7 milhões e o 17 somou 11,5 milhões. Em destaque estão, também, os blocos 18 com 1,9 milhões de barris, o 31 com 1,8 milhões e o 32 com 6,4 milhões.

De acordo com o “Boletim Mensal Sobre o Comportamento dos Preços do Barril de Petróleo em Maio – 2020”, divulgado pela empresa Pe-troangola, no mês de Maio as ramas angolanas tiveram um bom desempenho, em relação ao mês de Abril, altura em que se registaram-descontos consideráveis.

Os descontos foram mais suaves com as ramas Girassol, Dália, Nemba e Cabinda, as melhores e mais valorizadas no mercadom internacional.
A rama Cabinda foi a mais bem valorizada em Maio, tendo atingido 37,10 dólares, o barril.

A Girassol foi a segunda rama nacional bem valorizada e saiu a 35,23 dólares.

A Dália foi comercializada ao preço de 35,60 dólares, o barril. Já a Nemba foi vendida a 34,85 dólares.

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: