Químicos presentes em frigideiras não aderentes reduzem pénis dos homens

0

Esses compostos são produzidos e incluídos nesses objectos com o intuito de tornar o processo de cozedura mais fácil, mas ao que parece as frigideiras não aderentes têm um efeito bizarro na anatomia dos homens – mais especificamente no pénis.

Um novo estudo apurou que os químicos encontrados naqueles utensílios estão a tornar os órgãos genitais masculinos mais pequenos.

Investigadores da Universidade de Pádua, em Itália, apuraram que os perfluoroalquilos podem prejudicar a sinalização hormonal, o que por sua vez provoca a diminuição “significativa” do pénis e deteriora igualmente a mobilidade do esperma.

Para efeitos daquela pesquisa, os investigadores analisaram um grupo de homens residentes em Pádua – uma das quatro localizações no mundo onde a água é conhecida por estar extremamente poluída com perfluoroalquilos.

Os cientistas concluíram que os homens que haviam crescido na área tinham pénis significativamente mais pequenos.

No estudo, publicado no periódico científico Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism os investigadores, liderados pela professora Andrea Di Nisio, escreveram: “Este estudo documenta o efeito daqueles químicos na saúde dos homens e a forma como interfere negativamente na sua anatomia peniana e fertilidade”.

“Descobrimos que níveis elevados de perfluoroalquilos no plasma e no fluído do sémen estão positivamente correlacionados com a testosterona circulante e com a redução da qualidade do sémen, volume testicular, comprimento do pénis e com a distância anogenital (AGD)”.

Preocupantemente, os investigadores apuraram que o problema afeta sobretudo os homens nascidos a partir do ano de 1978 em diante – e avisam que os perfluoroalquilos estão cá para ficar.

Ao invés, sugerem que uma solução mais ideal seria encontrar uma forma de remover aqueles químicos da corrente sanguínea.

Fonte: Lifestyle ao minuto/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: