Quatro marcas nacionais lideram as preferências

0

As marcas nacionais Blue, Cuca, Sonangol e Unitel, bem como a internacional Coca Cola foram consideradas as cinco de maior relevância global pelos consumidores angolanos no período de 2012 e 2018, declara um estudo apresentado ontem, em Luanda, pelo director da Superbrands Angola.

Pedro Diogo Vaz afirmou ao Jornal de Angola depois da apresentação do estudo sobre “Tendências do Consumidor em Angola”, que o trabalho de campo realizado em 2018 conduziu a uma alteração significativa face aos anos anteriores, quando as marcas internacionais eram predominantes.
Nos últimos seis anos, os sectores de maior destaque foram os serviços, refrigerantes, telecomunicações, cervejas e electrónicos de consumo. Nos últimos meses de 2018, os automóveis assumiram igualmente maior importância. A inversão da tendência foi atribuída por Pedro Diogo Vaz ao período anterior a 2012, quando as empresas nacionais ainda não incluíam investimentos de marketing suficientes nos seus orçamentos. “Estes resultados demonstram que os empresários do país tem a capacidade para fazer um bom trabalho a nível das empresas, de formas a que as marcas continuem a ser preferidas pelos consumidores e cidadão comum”, frisou
Os dados para a elaboração do estudo foram recolhidos e desenvolvidos pela empresa angolana de pesquisa e consultoria Assetys, presencialmente e através de um painel representativo dos consumidores nacionais na província de Luanda, com alinhamento na estrutura sócio-demográfica do país. Foram feitas cerca de 1 100 entrevistas presenciais, com um nível de confiança estatística de 95 por cento. A Superbrands é uma organização internacional especializada da distinção de marcas, representada em 89 países. Tem escritórios em Angola desde 2011.

Fonte: JA/LD

Share.

Sobre o autor

Avatar

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta