Programa “Angola on-line” está há dois anos sem sinal

0

O ponto de acesso de Internet grátis, em banda larga, instalado em 2014, no largo defronte à Administração Municipal de Cacuaco, enquadrado no programa “Angola on-line”, está inoperante há cerca de dois anos, constatou o Jornal de Angola no local.

O facto tem deixado os munícipes agastados por não saberem as reais razões da paralisação do serviço, numa altura em que ao local acorriam dezenas de jovens estudantes e não só, para ter acesso a pesquisas escolares e outros fins, por via da Internet.
O jovem estudante Pedro Paiva, morador da Nova Urbanização de Cacuaco, disse que há cinco anos o largo era muito movimentado por jovens que procuravam usar a Internet para diversos fins.
“Pesquisávamos de tudo um pouco, mas a primazia recaía para as matérias de escola, vídeo-aulas ou mesmo filmes que retratavam alguns problemas sociais”, afirma.

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: