O Príncipe Harry, do Reino Unido da Grã Bretanha e Irlanda do Norte, efectua, de 26 a 28 deste mês, um visita a República de Angola, no quadro do apoio internacional às acções de desminagem no território nacional.

Em nota posta a circular hoje (terça-feira), a Casa Civil do Presidente da República refere que essa visita irá permitir o início da implementação dos programas de conservação e protecção das áreas de valor natural, tornando-as seguras quer para a população local, quer para o turismo, estimulando, deste modo, novos fluxos de financiamento para a preservação da natureza.

De acordo com a mesma fonte, o segundo e último filho da malograda Princesa Diana será recebido pelo Presidente da República, João Lourenço, e vai manter um encontro com a primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, de quem vai tomar conhecimento da campanha “Nascer para brilhar”.

Essa campanha é uma iniciativa da primeira-dama que visa reduzir a transmissão do HIV/Sida de mãe para filho.

Dia 26, o Príncipe Harry efectua uma visita privada ao município do Dirico, província do Cuando Cubango, onde vai inteirar-se do processo de desminagem, bem como dos seus benefícios para a população local e para a protecção e conservação da biodiversidade.

A agenda de trabalho oficial inscreve para o dia 27 uma deslocação à província do Huambo, para visitar o Centro de Medicina e Reabilitação local, uma instituição do Sistema Nacional de Saúde que passará a chamar-se Centro Ortopédico Princesa Diana, em homenagem àquela entidade britânica, pelo seu empenho na campanha para a proibição das minas terrestres.

Esta campanha atingiu o seu ponto mais alto com a visita efectuada a Angola em 1997, pela Princesa Diana, também conhecida como “Princesa do Povo”.

O Duque de Sussex, cujo nome completo é Henry Charles Albert David, já esteve em Angola para um projecto de desminagem, em 2013, seguindo os passos da mãe.

TPA com Angop/AF

Share.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: