Primeiros partos acima dos 45 anos são cada vez mais na UE

0

Portugal está fora do top-5 dos países europeus onde as mulheres dão à luz pela primeira vez acima dos 40 anos, num novo relatório do Eurostat que nos mostra o aumento do número de primeiros partos concretizados por mulheres com mais de 45 anos.

Os dados são referentes a 2017, ano em que Portugal registou uma taxa de 5,25% de primeiros partos por mulheres acima dos 40, ficando acima da média europeia de 4,07%.

Nesta tabela particular acima da fasquia dos 40 anos destacada pela Euronews, são ainda assim países do sul da Europa a liderar: Espanha (8,8%), Itália (8,6%) e Grécia (6,6%). Luxemburgo e Irlanda (ambos com 5,9%) fecham o top-5.

De registar, por curiosidade, o número de primeiros partos por mulheres acima dos 50 anos. Foram 988 em toda a União Europeia, em 2017. Mais de 300 só em Itália e pelo menos 12 em Portugal.

Reunindo os dados de mulheres acima dos 45 anos, os primeiros partos em 2017 subiram dos 0,37% de 2016 para 0,42%. Um aumento residual, mas curioso num período em que o número de primeiros partos na UE caiu.

Em relação a mulheres com menos de 20 anos, a Bulgária e a Roménia lideram largamente com mais de 12 por cento dos primeiros partos com sucesso.

Portugal surge na 12.ª posição, com 3,4%, três décimas abaixo da média europeia (3,7%).

No ano a que se referem os dados deste relatório do Eurostat, 2017, a larga maioria dos primeiros partos (92%) foram registados, como seria de esperar, por mulheres entre os 20 e os 39 anos.

Em relação à natalidade na União Europeia, o Eurostat já tinha revelado os números gerais do ano passado, com Portugal a registar a quarta pior taxa dos “28” (8,5%), acima apenas de Itália (7,3%), Espanha (7,9%) e Grécia (8,1%). Em 2017, a taxa de natalidade portuguesa tinha sido de 8,4%.

A população portuguesa também sofreu uma redução em 2018 para 10,28 milhões de habitantes, depois de ter registado uma subida na taxa de mortalidade dos 10,7% de 2017 para os 11%.

Em termos absolutos, foram registados 87 mil nascimentos e 113 mil mortes em Portugal, em 2018.

Fonte: Diário de Notícias/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: