Presidente da Itália visita Angola

0

A convite do Presidente da República de Angola, João Lourenço, chega a Luanda nesta terça-feira, 5 de Fevereiro, o Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella, para uma visita de Estado que se prolongará até quinta-feira.

Segundo uma nota da Casa Civil do Presidente da República, o programa oficial prevê uma ida ao Palácio Presidencial, na quarta-feira de manhã, para um encontro privado com o Chefe de Estado angolano, além de declarações à imprensa e um almoço oficial.

Durante o almoço, quer o Presidente italiano, quer o seu homólogo angolano, irão proferir discursos sobre o estado das relações bilaterais.

Ainda no mesmo dia – quarta-feira, 6 de Fevereiro, o visitante vai deslocar-se ao Hospital da Divina Providência, município do Kilamba Kiaxi, e horas depois estará no Museu Nacional de História Militar. Finaliza o dia com um encontro que reunirá a comunidade italiana estabelecida em Luanda.

No último dia da sua visita, quinta-feira, o Presidente Sergio Mattarella participará, na Assembleia Nacional, de uma sessão solene especial, durante a qual terá a oportunidade de se dirigir, em discurso, aos deputados da Nação.

Angola e a Itália mantêm relações de amizade e cooperação em vários domínios, como da defesa e segurança internacional, colaboração em operações humanitárias e de apoio à paz, desminagem e assistência médica e medicamentosa.

Angola é hoje o terceiro parceiro comercial sub-sahariano da Itália. Em 2013, o valor total de comércio entre os dois países elevou-se a 891 milhões de Euros, com 348 milhões de Euros feitos através das exportações Italianas.

A Itália reconheceu a independência de Angola no dia 18 de Fevereiro de 1976, e a 4 de Junho do mesmo ano estabeleceram-se as relações diplomáticas.

Desde então, acordos e protocolos de cooperação cultural, científica e tecnológica foram rubricados entre os dois países, e em Julho de 2013 entrou em vigor o Acordo sobre Isenção Recíproca de Vistos de curta duração para passaportes diplomático e de serviço.

Recentemente, foram assinados dois memorandos de entendimento sobre cooperação económica e financeira, e um instrumento jurídico sobre consultas políticas entre os ministérios dos Negócios Estrangeiros da Itália e o das Relações Exteriores de Angola.

Os dois memorandos sobre a cooperação económica e financeira servem de suporte às exportações italianas para Angola, nomeadamente a negociação de seguros e garantia de riscos destas vendas através da Sociedade de Seguro ao Crédito Externo de Itália (SACE), com objectivo de impulsionar o desenvolvimento da indústria e agricultura.

Matteo Renzi foi o primeiro chefe de um Governo italiano a visitar Angola, em Julho de 2014, seguido pelo sucessor Paolo Gentiloni, em Novembro de 2017.

TPA com Angop/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: