Portugal: Angolana no Fórum da ONU para Afrodescendentes

0

A angolana e Presidente da Plataforma Para o Desenvolvimento da Mulher Africana (PADEMA), Luzia Moniz, participa, nesta sexta-feira, em Genebra, Suíça, na Assembleia constituinte do Fórum Permanente das Nações Unidas para os Afrodescendentes.

Em declarações hoje, quinta-feira, à Angop, em Lisboa, a propósito da sua participação no encontro, Luzia Moniz disse que a PADEMA vai propor a proclamação de um dia internacional para os Afrodescendentes, visto que o número no mundo ultrapassa os 200 milhões.

“Para nós, seria um dia de reflexão sobre a discriminação de que os Afrodescendentes têm sido vítimas ao longo de séculos”, referiu a fonte.

Salientou que à semelhança do que aconteceu com as pessoas ciganas que, comparativamente com os afrodescendentes, são muito menos (cerca de cinco milhões) e conseguiram a proclamação do 8 de Abril como Dia Internacional, torna-se necessário que a grande Diáspora Africana continue a rebater no assunto para não serem esquecidos.

Pretende ainda defender o apoio e promoção dos valores culturais ancestrais dos afrodescendentes, para além de definição de sanções aos Estados membros que adoptem ou promovam políticas de discriminação racial.

A necessidade de programas específicos destinados às mulheres afrodescendentes que em países como Portugal sofrem quádrupla discriminação, nomeadamente racial, sexista, social e por “estrangeirização” é também um assunto que leva em abordagem.

O fórum foi criado no âmbito da Década Internacional das Nações Unidas para os Afrodescendentes (2015-2024) como mecanismo de consulta para os afrodescendentes, visando contribuir na elaboração da declaração das Nações Unidas sobre os direitos humanos dos afrodescendentes.

O evento submetera anualmente aos estados membros, agências e organismos da ONU um relatório sobre a situação dos afrodescentes no mundo. Vai promover a integração e coordenação das actividades do sistema da ONU relacionadas com os afrodescendentes.

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: