Pela primeira vez na Florida, homem branco será executado por matar negro

0

Será executado esta quinta-feira, através de injeção letal, Mark James Asay, de 53 anos de idade. O supremacista branco foi condenado à pena de morte, na Florida, por ter cometido um duplo homicídio em 1987. Asay matou Robert Lee Booker, de 34 anos, um prostituto negro, e Robert McDowell, de 26 anos, que se pensava ser também da mesma etnia mas era hispano-americano.

A execução está marcada para as 18h locais (23h em Lisboa).

Trata-se da primeira execução de um homem branco por questões raciais nos 190 anos de execuções do estado da Florida, conta o Washington Post – a primeira execução foi em 1827, quando um soldado foi enforcado por homicídio. Por outro lado, contando só desde a reinstauração da pena de morte, em 1976, foram executados pelo estado 18 negros por matar brancos.

Mark James Asay matou Robert Lee Booker numa noite de bebedeira, a 18 de julho de 1987. Saiu com o irmão e com um amigo para procurar prostitutas e o irmão parou o carro para falar com Lee Booker. Asay disparou contra o estômago do homem, causando a incredulidade do irmão. “É preciso ensinar aos negros quem manda”, disse.

Mais tarde, nessa mesma noite, matou McDowell, conhecido travesti, com seis tiros.

Fonte: Notícias ao minuto/BA

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta