Palancas Negras iniciam preparação em Portugal

0

A primeira fase dos trabalhos de preparação dos Palancas Negras inicia, no período da manhã, de 5 de Outubro, no Centro Desportivo Rio Maior, em Portugal, visando os jogos com os Leopardos da República Democrática do Congo (RDC).

O jogo acontece no próximo mês de Novembro, para as terceira e quarta jornadas do Grupo D da campanha de apuramento para a fase final da 32ª edição da Taça de África das Nações (CAN), a ter lugar no mês de Janeiro de 2022, nos Camarões. “Dividimo-lo em dois momentos. Um primeiro momento, utilizando a Data FIFA, em Portugal, com os jogadores da diáspora”, disse Pedro Gonçalves, que se encontra em Lisboa.

O seleccionador nacional acrescentou que a segunda fase de preparação vai ser realizada em Angola, entre a última semana de Outubro e a primeira de Novembro, com a inclusão dos atletas do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola. “Depois teremos um segundo período, que estamos a projectar realizar em Angola, com a totalidade dos jogadores do Girabola”, declarou aos jornalistas, na conferência de imprensa online.

Alguns integrantes da Selecção Nacional de Honras seguem para o local de estágio no dia 4 de Outubro, às 11h30, nomeadamente Paizo, do 1º de Agosto, Diógenes e Herenilson, ambos do Petro de Luanda. Além dos três jogadores, viajam, o médico dos Palancas Negras, Pedro Miguel, Miller Gomes (director técnico da Federação Angolana de Futebol), Daniel Muemba (técnico de guarda-redes), Felisberto Direito e George Quistão (fisioterapeutas), Pedro dos Santos (supervisor) e pessoal de apoio à equipa técnica.

Em Portugal, encontra-se já o seleccionador nacional, Pedro Gonçalves, e o técnico assistente Sebastião Arsénio “Love” Cabungula. A FAF aguarda, a qualquer momento, a indicação do local para a realização dos testes da Covid-19 aos três atletas e membros da equipa técnica. Com os Djurtus da Guiné Bissau, os Palancas Negras jogam a 11 de Outubro, em Rio Maior, para dois dias depois (13), no mesmo local, enfrentar os Mambas de Moçambique. Ambos os desafios são disputados no período nocturno e estão enquadrados nas Datas FIFA.

Para a terceira jornada, a Selecção Nacional desloca-se a Kinshasa, onde defronta a similar da RDC no dia 9 de Novembro, às 19h00, no Estádio dos Mártires. No dia 17 de Novembro, às 18h00, Palancas Negras e Leopardos defrontam-se, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, para a quarta ronda da competição.

Os Palancas Negras estão na quarta e última posição do grupo, sem pontuar, atrás dos Leopardos na terceira com dois pontos. Escorpiões da Gâmbia e Panteras do Gabão partilham o primeiro posto da tabela classificativa, com quatro pontos.

Treinador garante presença de todos os convocados

O técnico Pedro Gonçalves garantiu, na terça-feira, em conferência de imprensa online, a presença de todos os atletas convocados na concentração dos Palancas Negras, no Centro Desportivo de Rio Maior, em Portugal. “Os jogadores novos, que se disponibilizaram, estão altamente motivados para fazerem parte dos trabalhos, doravante com a Selecção de Honras de Angola”, realçou o seleccionador nacional.

Para Pedro Gonçalves, a entrada de novos jogadores no grupo de trabalho vai ajudar a melhorar a qualidade do futebol dos Palancas Negras, para o apuramento para a fase final do CAN’2022, nos Camarões. “Os jogadores prontificaram-se e estão extremamente motivados. Querem fazer já parte dos trabalhos e, tendo este período de preparação, achamos extremamente oportuno tê-los já connosco, para projectar aquilo que são os futuros desafios oficiais”, lembra o treinador.

Para o início dos trabalhos em Portugal, Pedro Gonçalves convocou os guarda-redes Kadu, do Sporting de Espinho, António Dominique (Petro) e Hugo Marques (Sporting Farense); os defesas Anderson Lucoqui (Armínia Bielefeld da Alemanha), Bastos Quissanga (Lázio), Diógenes (Petro), Inácio Santos (U Cluj da Roménia), Jonas Ramalho (Girona da Espanha), José Matuwila (Petro), Núrio Fortuna (Gent da Bélgica) e Paizo (1º de Agosto), os médios Fredy, Antalyaspor da Turquia), Ernesto Panzo (Hertha Berlin B), Herenilson (Petro), Show (Boavista de Portugal) e Estrela “Lameira” (sem clube), e os avançados Fábio Abreu (Moreirense de Portugal), Geraldo (Al Ahly do Egipto), Gelson Dala (Rio Ave de Portugal), Jérémie Bela (Birmingham da Inglaterra), Ary Papel (sem clube), Capita (Mouscron da Bélgica), Vá (Pafos do Chipre) e Zito Luvumbo (Cagliari da Itália).

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: