Os melhores alimentos para as crianças

0

Já o ditado popular diz que é de pequenino que se torce o pepino, por isso, é de pequenino que se deve começar a seguir um plano alimentar saudável, nutritivo e que se adapte às várias fases de crescimento da criança.

Numa altura em que os alimentos processados, pré-confecionados ou empacotados se assumem como protagonistas da alimentação dos mais novos, torna-se importante falar dos alimentos que aliados da boa saúde. E foi isso mesmo que o El Mundo fez, depois de compilar as mais recentes recomendações médicas e nutricionais para as crianças.

Embora o ideal de alimentação infantil dependa de criança para criança e apenas um aconselhamento especializado seja capaz de determinar o melhor plano alimentar para cada miúdo, existem alimentos que, por norma, são os mais aconselhados e entre eles está o leite de vaca, que oferece uma fonte de cálcio facilmente absorvida e ainda vitaminas A, B e D, para além de bons níveis de magnésio, potássio, iodo, zinco e fósforo, diz a publicação. Mas se o objetivo é dar às crianças bons níveis de cálcio, então pode ousar e ir mais além do leite.

A água é também um indispensável em qualquer fase da infância, tal como os alimentos ricos em vitamina C, um dos micronutrientes que mais protegem o organismo e reforçam o sistema imunitário. A vitamina C é ainda fundamental para a boa absorção do cálcio, algo que, na infância, é crucial. Incluem-se na lista laranjas, os kiwis, as mangas, os morangos, os pimentos, etc.

Os peixes gordos e ricos em ácidos gordos ómega 3, como o salmão, são também uma opção a ter em conta, pois estimulam o desenvolvimento cerebral, sendo, por isso, aliados em época escolar. De acordo com o El Mundo, a alimentação infantil pode ainda incluir ovos, um alimento que passou de vilão a herói e que oferece bons níveis de vitamina A, B8, B12, ferro, selénio, iodo e zinco.

Uma vez que os hidratos de carbono são uma fonte de combustível por excelência e as crianças têm energia para dar e vender, o melhor é mesmo fazer dos cereais integrais os melhores aliados da alimentação infantil, uma vez que promovem uma melhor sensação de saciedade, são mais nutritivos e previnem, ainda, o ganho de peso.

Os vegetais devem ser parte integrante da alimentação diária dos mais novos, assim como as leguminosas, que podem e devem fazer as vezes da carne quando combinadas devidamente com um cereal, como o arroz ou a massa. As leguminosas são uma proteína de origem vegetal rica em nutrientes e propriedades benéficas para a saúde.

Visto que são os snacks matinais e da tarde os maiores pecados da alimentação dos mais novos, trocar os bolos e os pães industrializados por frutos secos é a opção mais sensata que os pais podem ter, uma vez que este tipo de alimento é uma fonte de gordura saudável e repleta de vitaminas (A, D, E e K) e minerais (selénio, magnésio, cobre e zinco). E por falar em gorduras saudáveis, o azeite deve ser o óleo de eleição na confeção e tempero dos pratos.

Mais energia e melhores notas? Veja como a alimentação pode ser o segredo do sucesso.

Fonte: Lifestyle ao minuto/BA

 

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta