Os dois melhores superalimentos para a mulher (e uma receita)

0

A alimentação deve ser o mais variada e equilibrada possível. As mulheres não devem fugir a esta ‘regra’, mas existem dois alimentos que se assumem como indispensáveis para o bem-estar feminino. Veja quais foram os eleitos da nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida.

Um alimento classificado como super é aquele que oferece um vasto leque de nutrientes numa quantidade muito pequena. Designar um alimento como superalimento implica algum cuidado mas, embora a ciência não tenha ainda chegado a um acordo quanto a esta denominação, sabe-se que existem e que são bem mais fáceis de encontrar do que muitas pessoas imaginam.

E é isso que nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida nos explica. Em conversa com o Lifestyle ao Minuto, a autora do livro ‘Superalimentos – Refeições com mais vida’ [Chá das Cinco], revela que existem vários alimentos do dia a dia, como as couves e os frutos vermelhos, que beneficiam a saúde como tantos outros superalimentos.

No caso das mulheres, são dois os superalimentos a ter em conta. “As nozes e a maca, para mim, são os alimentos do Dia da Mulher”, diz a nutricionsita.

Comecemos pela maca, um alimento bastante versátil e que pode ser incluído em várias receitas, como a que Mafalda sugeriu e que está presente no seu livro: pão integral de maca com sementes.

“A maca é o superalimento mais recomendado para a mulher, porque a maca ajuda a equilibrar o sistema hormonal” e, explica, que “tudo o que sejam questões de fertilidade, estabilidade, humor, irritabilidade e ansiedade, associadas tanto à menopausa como aos ciclos menstruais”, saem beneficiadas com o consumo de maca, que “é ótima para equilibrar isso”.

“Além disso, a maca é uma raiz que dá muita energia, não é aquela energia de ‘power’ do café que acontece logo a seguir, mas é uma energia a longo o prazo, que estabiliza, que se adapta e que dá ao corpo aquilo que nós precisamos. Portanto, acaba por ser o superalimento mais indicado da mulher”, frisa, salientando que meia colher de chá de maca é o suficiente para obter todos os benefícios.

Mas se pensa que um superalimento tem de ser sempre algo caro e por vezes difícil de pronunciar, engana-se. “O meu superalimento preferido, que acho que todas mulheres deviam tomar, é a noz”.

Para a nutricionista e mestre em Políticas Alimentares pela City University of London, as nozes são indispensáveis na alimentação feminina “porque têm muito ómega 3, que é espetacular para questões de humor, hormonas e bem-estar”.

“As mulheres são muito temperamentais e emocionais e as nozes ajudam a regular isso, além de que é mais barato e fácil de encontrar, é saboroso, podemos por em tudo e também têm a vantagem em casos de depressões pós-parto. Como têm ómega 3 ajudam a estabilizar”.

“Seis a sete nozes por dia” é o recomendado.

‘Superalimentos – Refeições com mais vida’ será apresentado no próximo dia 16 pelas 18h30 na Fnac do Chiado, em Lisboa.

Lifestyle/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: