Orquestra Kaposoka recebe apoio financeiro

0

A Orquestra Sinfónica Kaposoka recebeu, hoje, em Luanda, uma doação de 15 milhões de kwanzas, entregue pela ministra do Turismo, Ângela Bragança, com o intuito de ajudar a prover parte das principais necessidades desta.

O valor, disse a ministra no acto, não é suficiente para suprir todas as necessidades da orquestra, mas vai ajudar a minimizar alguns problemas de base, ligados à merenda, à deslocação para as actividades e qualquer avaria nos equipamentos.

A quantia, continuou, resulta de uma doação de várias instituições financeiras, com destaque para os bancos de Desenvolvimento de Angola (BDA), Fomento (BFA), Negócios Internacionais (BGI), assim como empresas como a Grande Moagems, Mundo Startel, Media Rumo, KPS, Caixa Geral de Depósito (CGD), Sodiam, TAAG e a União Comercial de Automóveis (UCA),  em reconhecimento ao contributo da orquestra na divulgação da imagem do país.

A decisão saiu do I Fórum Mundial do Turismo Angola, realizado em Maio deste ano, em Luanda, no qual ficou acordado, pelos delegados, reunir-se valores, para, em acções filantrópicas, apoiar as instituições capazes de levar o nome do país além-fronteiras. Nesta primeira fase, explicou a ministra, foi escolhida a Orquestra Kaposoka, cujo trabalho tem sido um exemplo do resultado da interacção entre a cultura e o turismo de uma forma construtiva.
Para o fundador e director da orquestra, Pedro Fançony, o apoio vem numa boa altura, porque, actualmente, contam com 90 crianças novas a precisarem de todos os cuidados, inclusive os de saúde.

Pedro Fançony adiantou ainda que a madrinha da orquestra, a Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, tem ajudado a orquestra na materialização de certos projectos. “Mas não temos apenas uma orquestra. É um projecto amplo”, justificou, acrescentando que têm pretensões de abrir, em breve, um outro núcleo no município do Sambizanga.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: