O seu bebé ressona com frequência? Pode ser mau sinal

0

Pode parecer completamente inofensivo, mas poderá indicar um maior risco de desenvolver determinados problemas de saúde.

Se o seu bebé está doente ou constipado, está excepcionalmente cansado ou não ressona regularmente, o ressonar não indicará nenhum problema de saúde.

No entanto, se o seu bebé ressona com frequência – quatro ou mais vezes por semana – pode ser motivo de preocupação, como destaca o site australiano Kidspot.

O Dr. David McIntosh, um otorrinolaringologista reconhecido internacionalmente e especialista em pediatria destaca que “a respiração é um processo automatizado, controlado pelo cérebro.”

Explica que a obstrução das vias aéreas, que é o que nos faz ressonar, resulta em níveis de oxigénio mais baixos no sangue e que embora o cérebro aumente o esforço da respiração para compensar a obstrução das vias aéreas, a falta de oxigénio faz com que entre em ‘pânico’, podendo causar vários problemas.

Através da sua investigação e da observação de crianças que habitualmente ressonam, o Dr. David McIntosh tem notado, nestas crianças, indícios de atenção reduzida, níveis mais elevados de problemas sociais e ansiedade, sintomas depressivos, disfunções cognitivas, problemas de memória e didiculdades no pensamento lógico.

Num dos seus estudos monitorizou mil crianças durante seis anos, desde os seus seis meses de vida, e concluiu que as crianças que ressonam, respiram pela boca ou tinham apneia do sono tinham uma maior incidência das questões comportamentais acima mencionadas e tinham 50 a 90% mais probabilidades de desenvolver sintomas de Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção do que as crianças com uma respiração dita normal.

Fonte: Lifestyle ao minuto/BA

 

 

 

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: