O que pode (e deve) fazer todos os dias para prevenir o cancro

0

O cancro é uma doença multifatorial que provoca a proliferação de células de forma anormal e a diminuição da apoptose (isto é, da capacidade das células com defeito se suicidarem e darem lugar a células saudáveis).

A genética, ou melhor, a má sorte, como aponta um estudo recente, pode ter algo a dizer na hora do aparecimento do cancro, contudo, o estilo de vida continua a ter algum peso nesta balança. Diz uma recente investigação da Universidade de Harvard que entre 20% a 40% dos cancros poderiam ser prevenidos com um estilo de vida saudável, teoria que vai ganhando força à medida que a ciência analisa cada um dos fatores externos que mais contribuem para esta doença que não escolhe idade se que parece não ter um fim à vista.

Depois da Organização Mundial da Saúde (OMS) ter revelado os dez principais causadores de cancro, foi a vez da Universidade de Cambridge apontar o dedo a mais uns quantos. A alimentação inflamatória- rica em alimentos processados, industrializados e repletos de gorduras trans, açúcar e sódio – é também uma das desencadeadoras da doença, que se apodera ainda de estados de sedentarismo e excesso de peso.

Como lhe explicámos aqui, a alimentação tem um papel determinante na prevenção e tratamento da doença, estando a nutrição oncológica a ganhar cada vez mais destaque.

Uma vez que os gestos diários podem fazer toda a diferença – seja para o bem ou para o mal -, o site Mind Body Green conversou com alguns especialistas e listou aqueles que são os hábitos diários a ter em conta para prevenir o aparecimento do cancro.

Veja algumas imagens que selecionadas o que pode (e deve) fazer todos os dias para prevenir o cancro.

Seguir uma alimentação que privilegie alimentos de origem vegetal. Siga este guia

Apostar em alimentos que ajudem o organismo a desintoxicar-se, como o aipo.

Reduzir a exposição a toxinas, usando menos garrafas de plástico, optando por cremes sem parabenos, produtos de higiene livres de químicos, etc.

Educar os intestinos, reforçando o consumo de probióticos e alimentos ricos em fibra.

 

Reduzir o stress.

 

Fazer exercício de forma bastante regular.

 

Fonte: Lifestyle ao minuto/BA

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta