Nesse ritmo, os insetos se extinguirão em um século

0

Em apenas dez anos, cerca de metade das borboletas, besouros e abelhas do planeta desapareceram. Essa diminuição, que em média é de 41% entre as diferentes raças de insetos, não é apenas um fenômeno alarmante em relação ao futuro desses invertebrados. A extinção progressiva de insetos teria consequências fatais para o equilíbrio global de todo o ecossistema, incluindo a sobrevivência da raça humana.
Segundo o estudo “declínio mundial da entomofauna: Uma revisão de seus drivers”, publicado esta semana, algumas das causas deste declínio na população de insetos são a perda de habitat devido à agricultura intensiva, contaminantes agroquímicos (como pesticidas) ou mudança climática. A análise, conduzida, entre outros, pelo espanhol Francisco Sánchez-Bayo, coleta e compara as conclusões de 73 estudos realizados em diferentes regiões do mundo.

 

TPA com STATISTA/SM

Share.

Sobre o autor

Sandra Mainsel

Deixar uma resposta