Navio de cruzeiro com 296 turistas atraca no Porto de Luanda

0

Depois de ter passado por Namibe e Lobito, o Navio de cruzeiro norte-americano “Silver Cloud”, com 296 passageiros de várias nacionalidades a bordo, atracou nesta sexta-feira no Porto de Luanda, iniciativa que coloca os portos angolanos na rota internacional de navios turísticos.

“Silver Cloud” é o terceiro navio que escala o país em um mês este ano, dos 187 que faz parte  do circuito turístico proporcionado pela empresa TravelGest. O primeiro atracou no Porto de Luanda dia 05 de Março, com 350 turistas a bordo e o segundo dia 26, com 212 passageiros.

Durante dois dias em Luanda, os turistas do “Silver Cloud” vão visitar diferentes pontos turísticos, com destaque para a Nova Marginal, Museu da Antropologia, Fortaleza de São Miguel, Mausoléu, Mercado do Benfica, Miradouro da Lua e Museu da Escravatura.

O navio de cruzeiro iniciou viagem a dia 28 de Março último na África do Sul, depois passou pela Namíbia e agora está nas águas angolanas, tendo já passado pelos Portos do Namibe e Lobito (província de Benguela).

A digressão do navio cruzeiro termina dia 15 deste mês (Abril), na República do Ghana, mas antes fará escala em São Tomé e Príncipe, nos dias 09 e 10.

Na província do Namibe, os turistas deslocaram-se, entre outros pontos, ao deserto, um dos lugares turísticos onde se encontra a rara planta do mundo “Weliwítschia mirabilis”, e à Lagoa do Arco, que dista a 60 quilómetros da sede capital da província.

Já província de Benguela, onde se encontra o Porto do Lobito, os turistas de nacionalidades americana, australiana, chinesa, sul-africana, alemã, porto-riquenha, espanhola e inglesa, visitaram muitos encantos turísticos, com realce para as praias da Restinga e Morena.

No Porto de Luanda, após a chegada dos turistas, o director-geral da TravelGest, José Luís Cabral, disse à imprensa que a vinda deste navio cruzeiro está a promover Angola internacionalmente em termos turísticos.

“É sempre bom para o País, pois estamos a promover o turismo. Cada navio que atraca traz vários turistas com diversas nacionalidades que acabam divulgando Angola para o mundo e contribui para o desenvolvimento nacional”, referiu.

José Luís Cabral sublinhou que o turismo quando bem investido se torna rentável.

Share.

Sobre o autor

Avatar

Deixar uma resposta