Música gospel “dá brilho” ao Live no Kubico

0

Numa semana marcada pela reabertura das igrejas em Luanda, seis meses depois da suspensão dos cultos, os amantes da música gospel foram, neste domingo, agraciados com um show, no âmbito do Live do Kubico.

O show, que contou com a actuação de Miguel Buila, Guy Destino, Nsimba Rubth e Elioth Cassoma, serviu para “pregar” o evangelho, através da música, num clima de avivamento.

Em quatro horas de actuação, o público foi brindado com um guião artístico diversificado, com temas que levaram a momentos de exaltação e adoração a Deus.

Destacaram-se os temas “Deus me consola”, “Nosso Deus é maior “, “Profetiza “,”Jericó “, “O teu amo”, “Seja louvado “, “O Nome de Jesus “, a “Miscelânia de Guy Distino”,” Abençoa só“, “Victória”, entre outras referências da música gospel nacional.

Ao longo do evento, Miguel Buila aproveitou a oportunidade para homenagear os músicos  Bonga e Carlos Burity.

Destinado à recolha de apoio para os mais vulneráveis, o “Live no Kubico” na TPA tem contado com a participação de artistas angolanos de referência.

Dele já participaram Paulo Flores/Bonga/Yuri da Cunha, no concerto “3 G do Semba”, Anselmo Ralph, Matias Damásio, Euclides da Lomba/Patrícia Faria e Dom Cateano/Edmásia, os últimos 4 em duetos.

Transmitidos aos sábados, na TPA 2 e TPA Internacional, e aos domingos, na TPA 1,  promoveu também actuações de Ary, GabrielTchiema/Mito Gaspar, Calabeto/Puto Português e com os Jovens do Prenda,  Tunjila Tuajokota, Socorro e Baló Januário, e das divas Patrícia Faria, Yola Semedo e Edmázia, Ndengues do Kota Duro,  Sassa Tchokwe, Santos Católica, Proletário, Bessa Teixeira e o grupo Kumby Lyxya.

De igual modo, proporcionou o show com As Gingas do Maculusso, Eduardo Paim e outras referências do music hall angolano nos anos 80, e outras actuações de artistas gospel.

Para além da TPA, o “Live no Kubico” é transmitido em directo, em várias redes sociais, em parceria com a Platina Line.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: