Mundial/Andebol: Angola perde com Qatar numa estreia sofrível

0

A Selecção Nacional sénior masculina de Andebol estreou-se com derrota, esta sexta-feira, diante da similar do Qatar, ao perder por 25-30, no Arena Borg Arab Sports Hall, para a primeira jornada do Grupo C da 27ª edição do Campeonato do Mundo, que decorre em quatro cidades do Egipto, Cairo, Alexandria, Giza e Nova Capital.
Com o dispositivo táctivo 3×3, o “sete” angolano entrou forte e procurou nos minutos iniciais ganhar vantagem no marcador, com incursões perigosas pelas diagonais. Os pontas Cláudio Chicola e Adilson Maneco criavam sérios embaraços ao sector defensivo adversário.
Apercebendo-se do ascendente da formação angolana, o técnico Valero Rivera foi obrigado a fazer trocas constantes na equipa, com o intuito de equilibrar o desafio, uma vez que Angola procurava fugir no placar.  A jogar no esquema táctico 5×1, em consequência da postura demonstrada no terreno de jogo, o Qatar igualou o parcial (7-7), decorridos 17 minutos e 51 segundos.

Galvanizados com o empate a sete golos, os campeões asiáticos acreditaram e passaram a comandar a marcha do marcador, por 8-7, aos 18 minutos. Depois de a Selecção Nacional ter reposta a igualdade (8-8), assistiu-se a uma partida renhida, com os comandados de José Pereira “Kidó” a falharem situações claras de ataques para visar a baliza de Abibi Mohamed.

Enquanto a equipa nacional desperdiçava os ataques, o Qatar finalizava as oportunidades criadas, o que lhe permitiu sair a vencer ao intervalo por escasso golo (14-13).  No segundo tempo, a formação angolana entrou mal no jogo e permitiu que o Qatar fugisse no marcador. Aos dois minutos da contenda, a equipa do espanhol Valero Rivera ganhava (17-13).

Angola não se encontrava, talvez por não ter realizado qualquer jogo de controlo durante o estágio pré-competitivo na província da Huíla. Ainda assim, a equipa não virou  cara à luta e procurava inverter o resultado. Mas com o andar do tempo a situação foi-se complicando.

Apesar da desvantagem, o técnico Kidó não perdeu a esperança e procurava soluções para evitar a estreia com derrota à frente da equipa técnica, depois de ter substituído no cargo Nelson Catito. Do lado do Qatar, o treinador Valero Rivera montou uma estratégia que dificultava as acções ofensivas do adversário, sobretudo na linha dos seis metros. Os pontas não conseguiam penetrar, porque as “torres” do Qatar fechavam todos os caminhos de acesso à baliza.
Com os ataques concretizados, os catarinos ganharam confiança e realizavam um jogo de contenção, com o intuito de iniciar a campanha na prova com vitória.

Adelino Pestana destacou-se no combinado angolano ao apontar seis golos, seguido  de Otiniel Pascoal e Adilson Lopes, ambos com quatro. Do lado do Qatar Madidi Ahmed foi o melhor artilheiro, com oito golos. Marzo Frankis vem logo a seguir, com sete.

Kidó reconhece mérito do adversário

O técnico José Pereira “Kidó” reconheceu no final do jogo que a Selecção Nacional não esteve bem, mas prometeu corrigir os erros que os jogadores demonstraram durante a partida com o Qatar.  ” O adversário ganhou com todo o mérito. Nós não estivemos bem, apesar de termos entrado melhor no desafio.

Falhámos muitos ataques e sabíamos de antemão que seria um jogo muito complicado. Vamos procurar corrigir o que não esteve bem hoje (ontem). Ainda assim, a minha rapaziada entregou-se de corpo e alma no decorrer da partida. O Qatar aproveitou as nossas falhas e conseguiu sair daqui com uma vitória”, reconheceu.

Amanhã, a Selecção Nacional tem um teste complicado diante da Croácia, para a segunda jornada da competição. O seleccionador nacional tem consciência das dificuldades a encontrar, mas promete uma equipa combativa, diante de um adversário experiente.

” Vamos jogar com uma selecção que já foi campeã do mundo. Não será tarefa fácil. Iremos tudo fazer para dignificar a bandeira nacional. Vamos continuar acreditar, visto que o objectivo primordial passa pelo apuramento à segunda fase do torneio”, admitiu José Pereira “Kidó”.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: