Mulheres e homens em igualdade

0

«Um momento chave para o futebol na Nova Zelândia». Foi desta forma que Andy Martin, director-geral da federação neozelandesa, classificou o acordo alcançado e que estabelece a igualdade nos pagamentos a jogadores das selecções masculinas e femininas.

Homens e mulheres vão, pois, passar a ter prémios de jogo e direitos de imagem iguais. «Este anúncio que fazemos significa que estamos comprometidos com a paridade no jogo entre homens e mulheres.
Queremos que o nosso desporto continue a crescer em todas as áreas», declarou Andy Martin, que destacou o facto de as jogadoras da selecção «serem um exemplo para as outras 30 mil futebolistas do país».

Sarah Gregorious, avançada da selecção, estava radiante com o acordo alcançado, dizendo que «é importante que os esforços das mulheres sejam finalmente reconhecidos». Frisou que este objectivo era «uma linha sagrada que ficou traçada».

Além da Nova Zelândia, também já a federação da Noruega tinha implementado uma política de igualdade entre mulheres e homens nos pagamentos.

Fonte: ABOLA / EB

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: