Mulher queima duas mãos do filho por comer quizaca

0

Uma mulher enfurecida queimou, na segunda-feira, as duas mãos do próprio filho de seis anos, em Camabatela, município de Ambaca, província do Cuanza-Norte, alegadamente por ter comido sem autorização quizaca, que seria servida para refeição da família.

O crime de violência doméstica contra o menor, praticado por Helena Bernardo, 25 anos, chegou a conhecimento dos vizinhos do bairro, através dos gritos da criança, que, de imediato, levaram a vítima a um hospital da região.

De acordo com o corpo clínico do Hospital Regional de Ambaca, o menino deu entrada no Banco de Urgência, com queimaduras do segundo grau nas duas mãos. Acrescentaram que pelo estado em que se encontra o paciente, vai permanecer internado, na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), até à cicatrização das feridas.

Ricardo Bernardo disse ao Jornal de Angola que a mãe, antes de o queimar com água a ferver, o espancou, “porque tirei quizaka da panela, sem autorização dela, comeu sozinho uma comida que era para todos”.

“Eu tinha muita fome, por isso, comi um pouco de quizaca. A mãe não gostou, bateu-me e depois queimou-me as duas mãos”, desabafou Ricardo..
Segundo testemunhas, a mãe, depois de sair do rio onde lavava roupa, quando chegou a casa deu conta de que a quizaca tinha sido toda comida pelo filho. Agastada com a situação, a progenitora enfureceu-se e introduziu as mãos do menor num recipiente com água a ferver.

Tristes com a situação, os vizinhos espancaram a mãe do menor. A mulher acusada encontra-se já detida, segundo fonte do Comando Municipal da Polícia Nacional na localidade.

Por sua vez, a director municipal da Acção Social e Igualdade do Género, Miguel da Silva, repudiou o comportamento da mãe do menor, considerando-o acto bárbaro, que deve ser punido por lei.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: