Mulher que matou marido após décadas de abusos é absolvida

0

Uma mulher que matou o marido em legítima defesa, após anos de violência doméstica, foi absolvida do crime de homicídio em tribunal.

Georgina Challen, de 65 anos, admitiu ter matado o marido, de 61 anos, na casa onde ambos viviam em Surrey, Reino Unido, em agosto de 2010. O crime aconteceu após 40 anos de vida em comum e em que Georgina foi continuamente humilhada e controlada por Richard.

A mulher foi condenada a prisão perpétua em 2011, por ter sido considerada culpada pelo homicídio, mas esta sexta-feira a sentença sofreu uma reviravolta depois de se ter considerado que Gerogina vivia sob controlo coercivo.

O caso era apoiado pela associação ‘Justiça para as mulheres’ e gerou várias manifestações de contentamento aquando da revelação desta decisão, refere o Huffington Post.

Fonte: NM/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: