Mulher mata neta e esquarteja o corpo

0

Uma mulher, de 60 anos de idade, foi detida pela Polícia Nacional por suspeita de ter morto a neta de seis anos, na segunda-feira, e ter retalhado o corpo, no distrito do Hoji ya Henda, município do Cazenga, em Luanda.

O director do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação provincial do Ministério do Interior (Minint), intendente Mateus Rodrigues, disse que o corpo da criança foi esquartejado em três partes.

De acordo com Mateus Rodrigues, a mulher foi detida quando tentava depositar os pedaços do corpo em um contentor de lixo, nos arredores da residência onde morava com a neta.

“Ao tentar depositar o corpo no contentor, escondido em um saco de serapilheira de 50 quilogramas, a mulher não conseguiu levantar a carga e pediu ajuda a um homem que passava na altura. Este, apercebendo-se da banheira ensanguentada onde tinha retirado o saco, alertou as autoridades policiais mais próximas, que revistaram a residência da mulher e detectaram indícios do facto”, explicou.

Uma vizinha da localidade, por sinal testemunha do ocorrido, ouvida pela reportagem da Televisão Pública de Angola, deu a entender que a senhora de 60 anos foi induzida por um suposto pastor de igreja que considerou a malograda de feiticeira e que queria enfeitiçar sua avó.

Especula-se que o crime tenha sido cometido para a prática de rituais de feitiçaria ou por orientação de alguma seita religiosa, pelo facto de não terem sido encontrados alguns órgãos internos da vítima.

Entretanto, o Comando Provincial da Polícia Nacional deteve no fim-de-semana 139 cidadãos suspeitos de terem cometido diversos crimes em Luanda, apreendeu 10 armas automáticas, oito viaturas e 21 motorizadas de diversos modelos.

TPA com Angop/AF/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: