MPLA aprova agenda política para 2021

0

MPLA aprovou nesta sexta-feira, em Luanda, durante a primeira reunião ordinária do Bureau Político (BP), a agenda política para este ano, a ser apresentado publicamente no dia 30 deste, na província do Bié.

A primeira reunião ordinária do Bureau Político do MPLA, orientada pelo líder do partido, João Lourenço, aprovou, ainda, a resolução sobre a candidatura de José Carvalho da Rocha ao cargo de primeiro secretário provincial do partido no Uíge, cuja conferência extraordinária terá lugar em Fevereiro deste ano.

Na ocasião, foi, igualmente, aprovada a indicação de Fátima Viegas ao cargo de directora do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do Comité Central. Trata-se de um regresso de Fátima Viegas ao cargo, depois de desempenhar as funções de secretária para os Assuntos Sociais do Presidente da República.

O Bureau Político foi informado sobre a Conta Geral do Estado (OGE) referente ao ano de 2018, tendo reconhecido que, desde o exercício fiscal de 2011, a sua elaboração tem sido regulada e melhorada substancialmente, passando a apresentar, com maior rigor e mais transparência, a gestão da coisa pública.
Congresso da OMA

O órgão de cúpula do partido no poder tomou conhecimento das actividades desenvolvidas em torno do processo de preparação e realização do 7º Congresso Ordinário da OMA, a ter lugar, em Luanda, de 25 a 27 de Março, tendo apelado à mobilização e participação activa das militantes e simpatizantes no evento.

Neste particular, validou as propostas de candidaturas aos cargos de secretárias provinciais da OMA, a serem eleitas nas respectivas assembleias de balanço e renovação de mandatos. O Bureau Político congratulou-se com a iniciativa do grupo parlamentar do MPLA pela promoção, na Assembleia Nacional, do debate mensal sobre o combate à impunidade, como factor para a boa governação.

Encorajou o Executivo a prosseguir com as medidas contra a corrupção e demais práticas nocivas, que põem em causa a estabilidade política, económica e social do país. O Executivo foi encorajado igualmente, a prosseguir com a adopção de medidas que visam atenuar o impacto negativo da pandemia da Covid-19 na vida das famílias e empresas.

Reiterou o apelo à população angolana para continuar a cumprir, rigorosamente, as medidas estipuladas no Decreto sobre o Estado de Calamidade Pública em vigor no país. Durante a reunião, foram apreciadas outras questões da vida interna do partido, com destaque para a aprovação da logomarca do VIII Congresso Ordinário do MPLA, previsto para Dezembro deste ano.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: