Morreu a cantora Dina. Tinha 62 anos

0

É autora de vários sucessos, incluindo ‘Há sempre música entre nós’ e ‘Amor de Água Fresca’. A informação foi avançada pela RTP3.

A cantora Dina, autora de vários sucessos, entre eles ‘Há sempre música entre nós’ e ‘Amor de água fresca’, morreu aos 62 anos. A informação foi inicialmente avançada pela RTP3.

Recorde-se que a cantora que representou Portugal na Eurovisão lutava, desde 2006, contra uma fibrose pulmonar. Dina morreu esta quinta-feira à noite no Hospital Pulido Valente, em Lisboa.

Conhecida por Dina, Ondina Maria Farias Veloso nasceu a 18 de junho de 1956, em Carregal do Sal, Viseu. E foi precisamente na terra natal onde, pela primeira vez, teve o primeiro contacto com a música.
Depois de participar em algumas peças de teatro na adolescência, começou a compor e em 1975 integrou a formação do grupo ‘Quinteto Angola’, onde deu voz às suas músicas.

Foi mais tarde, em março de 1980, que Dina chegou ao pequeno ecrã e ficaria para sempre timbrada na memória dos portugueses ao participar no XVII Festival RTP da Canção. Apresentou, na altura, o tema da sua autoria ‘Guardado em Mim’.

Já a música que marcou várias gerações, ‘Há sempre música entre nós’, foi lançada em 1981. Concorreu ao Festival RTP da Canção de 1982 com as canções ‘Em Segredo’ e ‘Gosto do Teu Gosto’, conseguindo alcançar o 6.º lugar.

E foi em 1992 que venceu o Festival RTP da Canção com o tema ‘Amor de Água Fresca’, editado em 1988.
Ficou ainda celebrizada por ter composto bandas sonoras de novelas como ‘Vila Faia’, ‘Filha do Mar’ e ‘Sonhos Traídos’.

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: