Ministra considera Mbanza Kongo como ganho para os estados membros da CPLP

0

A inclusão do Centro Histórico de Mbanza Kongo na lista do património mundial constitui um ganho incomensurável para a humanidade, facto reconhecido pela XII Cimeira da CPLP que teve lugar na Ilha do Sal (Cabo Verde) considerou ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.

De acordo com a ministra, que fazia o balanço do evento em termos culturais, os chefes de Estado e de Governo congratularam-se, na Declaração  de Santa Maria, com a inclusão do Centro Histórico de Mbanza Kongo na lista do Património  Mundial, comprovando o grande legado do património na memória dos povos dos países membros.

A governante angolana salientou, por outro lado, que a segunda fase do projecto do património mundial a ser implementado pelo Ministério da Cultura, a Comissão de Gestão do Zaire e o apoio da Unesco e de países e instituições doadoras abre nova fase de implantação de projectos de desenvolvimento das actividades culturais, de desenvolvimento humano e sustentável para a região.

A ministra considerou também que a referência a importância das Bibliotecas e Arquivos na preservação do legado histórico e cultural dos estados membros vem de encontro ao programa do Executivo angolano no que se refere ao programa de governação no domínio da Cultura para o próximo quinquénio.

A comemoração do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP, outra deliberação aprovada comprova, segundo Carolina Cerqueira, representa a manifestação de afirmação dos países membros e da diáspora na promoção e difusão da criação cultural  e artística e garantir a internacionalização dos valores culturais , uma perspectiva universal e aberta.

Carolina Cerqueira informou que será abordado com o Instituto de Língua Portuguesa projectos de intervenção cultural para o fortalecimento da língua portuguesa e uma maior interacção com as instituições nacionais afins.

Fonte: ANGOP/BA

Share.

Sobre o autor

Deixar uma resposta